5 de outubro de 2008

Eleições

Hoje é o dia de exercer novamente a cidadania votando nas eleições municipais.
Espero que não tenha segundo turno para acabar de vez com a propaganda política. Aqui em Sumaré-SP ainda é meio que cidade do interior pois, os candidatos não tem propaganda na TV. Aqui passam os candidatos de Campinas. Então os políticos tem que recorrer a carros de som que ficam tocando "jingles" para as pessoas decorarem o número do cidadão. Inventam de tudo, musicas no ritmo de axé, de "Programa Silvio Santos", sertanejo e até de "Egüinha Pocotó". Isso sem contar a panfletagem (chegam a jogar os "santinhos" dentro da casa), as bandeiras nos semáforos e avenidas, faixas e comícios.
Acredito que a maioria se irrita com tanta invasão. Fico pensando se ao invés desta revoltante propaganda eleitoral não fizesse uma campanha de doação. Os "jingles" incentivariam a doação de sangue e os panfletos explicariam o processo de doação de medula óssea. Ao menos ninguém ia ficar desinformado! Hehehehe!
Sei que esta não é a melhor maneira de encontrar doadores. Este tipo de propaganda geralmente mais atrapalha do que ajuda.
Este texto é só um protesto com relação a nossos políticos que poderiam canalizar todo este empenho em se eleger para fazer uma campanha ou qualquer outra forma de ação para o bem.
Ok, vamos dar uma chance antes de ficar atirando pedras. Recentemente o Ministério da Saúde lançou uma campanha nacional de doação de órgãos. Além disso, o Ministério vai remunerar os custos da estocagem e de guarda do cordão umbilical o que amplia a capacidade de encontrar doadores para quem precisa de transplante de medula óssea.

Um comentário:

Maninha disse...

É isso mesmo! Precisamos exercer a cidadania, cobrar, participar...Afinal, o resultado das eleições reflete diretametne no nosso dia-a-dia. O país ainda está em fase de amadurecimento político. Assim espero :-)
beijossssss