2 de junho de 2008

Ovo frito com macarrão

O tratamento de quimio e radio sempre tem uns "efitozinhos colaterais". Algo meio chato é a mudança de paladar. Você chega para comer aquela comidinha gostosa. Hummmm. Dá até água na boca. Primeira garfada. Afe! O que é isso?! Não sei, mas não tem o sabor que sei que tem. Para onde ele foi então?! Boa pergunta... São alterações na mucosa da boca, papilas gustativas entre outras coisas... Me parece que é isso. Putz! Frustrante! Quando chega na hora de engolir a comida não desce direito. Desce quadrada, meio estranha. Na segunda garfada já está aquele embaço.

Mas não tem erro não. Vamos encontrar algo que a gente coma e que desce! Afinal, ficar sem comer não dá! Tem que por algo para dentro!
Ultimamente o que tem ido para dentro é macarrão com ovo frito. Coisa estranha, mas é o que vai. E se é o que vai, vai isso mesmo.
A gente vai buscando alternativas, vendo outras coisas para comer e vai buscando.
Pelo visto é tanto ovo que vou ter que fazer uns exames de colesterol! Hehehe.

Tem época que a imunidade está mais baixa e o cuidado com a alimentação tem que ser redobrado. Normalmente já devemos evitar comida crua para evitar contaminação, mas nestas fases mais ainda. Nada de frutas e sucos naturais. Tudo muito, muito, muito bem cozido.
Quando a imunidade está legal tento umas tranqueiras de vez em quando. Espero que minha médica não fique brava ao saber que tentei comer um McCheddar outro dia. Mas o sabor... Poxa, estava tão ansioso pelo Cheddar... Mais pra frente eu tento de novo!!! Hehehehe!

7 comentários:

Katinha disse...

Aron, parabens atrasado...muito obrigada pelos bombons...adorei seu blog, vou acessar sempre para ter noticias suas. Continue com esta garra que vai dar tudo certo. Um beijo, Katinha e familia BM&F Bovespa.

MINÊRO VÉIO disse...

O texto “Ovo frito com macarrão” é bem ilustrativo para a gente entender um pouquinho os efeitos causados pelos agentes quimioterápicos com o fim de atacar os “albinos”, mas que acabam atingindo também os “escarlatinos”. Que bom que você já domina essas estratégias com a preciosa ajuda da sua médica.
Admiramos a sua garra com espírito bem-humorado e disposição para buscar uma alimentação de qualidade e quantidade adequadas.
A defesa é também condição para um bom ataque (e vice-versa para o Galo). Isso você está cansado de saber como um bom xadrezista.
Fortalecer o sistema imunológico é ter mais potência para combater os invasores. Os holandeses esqueceram-se disso e deram-se mal em Guararapes. Até um índio tinha alimento no nome: Camarão! O indivíduo bem nutrido está mais armado para expulsar os agressores.
Que você tenha muita força e vida em abundância, com lhe disse Frei Alamiro na mensagem franciscana que deixou nesse seu BLOG ENGRAÇADO.

Anônimo disse...

Oi Aron!
Puxa que dureza, haja imaginação na hora da comida não! Quando meu filho estava internado fazendo quimio, os outros pacientes (o paulo é bebê e não comia nada), então seus amigos de quimio e radio diziam que a única coisa que descia era miojo... Lá também era liberado tomar sucos em embalagem tetrapark por serem pasteurizados, tomate smuito bem lavado e sem pele eles também podem comer (e tem zero de imunidade), e nos casos mais graves de mucosite o que ajudava mesmo era chá de camomila.
Espero que ajude, estou às ordens!
Um grande abraço, Adriana Vinha (perassolo@uol.com.br)
Ps. Continue assim, sempre em frente a diante!

Flavia disse...

Puxa... macarrão com ovo frito! Isso tá parecendo comida dos "bóia-frias", hehehe

Olha, mas essas alteraçoes no paladar sao mesmo normal, devido ao tratamento, a gente que é dentista houve falar muito... mas depois volta ao normal! Enquanto isso, tem que ir comendo e lembrando do sabor, quem sabe a mentalização ajuda um pouco mais!!

Beijão! Flavinha

Laura Lacerda Fonseca disse...

Benzão, dica da especialista em azeite: taca azeite em TUDO! Realça o sabor (tanto que usamos qdo precisa retirar o excesso de sal) mas ao contrário da batata, que absorve o sal e esparrama seu sabor pelos alimentos, o azeite realça o sabor. Procure um extravirgem "comum", do tipo blendado. Assim não vai haver predominância do sabor das azeitonas sobre o prato que estiver comendo. Aliás, eu sou suspeita pra falar sobre macarrão com ovo frito.. eu amo macarrão (carcamana gorda é fogo!), mas ovo frito só no pão de padoca! E não se preocupe com o colesterol, haja berinjela e azeite pra aumentar o hdl bom e estabilizar o ruim. E VIVA! Ainda bem q eu entendo de alguma coisa que preste! hahahahaha
Beijos procê e pra Mary!

aryanne zorzi disse...

Oi tudo bom Tio Aron? nao sei se posso te chamar assim, mais me considero da familia já,sou aryanne amiga da michele,mais doque isso irma dela.Sei da sua luta constante e rezo muito pela victoria que concerteza virá,em minha familia já tivemos um caso com leucemia e minha prima era criança quando aconteceu,sabemos que nao é nada facil e que demora um pouco,mais nada como se apegar a Deus ao nosso pai que quando nele tudo cre será possivel.Bom é isso espero que de tudo certo,que na proxima vez o Mcchedar seja mais gostoso,e que quando vir para cuiaba eu e a Mi vamos levar voce para comer muitos mc's.
Beijos,Boa sorte.

Sara disse...

Eu acho que enquanto você tem a habilidade para fazer comida saudável tem que tentar essas coisas porque eles são muito bons para desfrutar de um bom tempo, como sempre em restaurantes em sao paulo